<![CDATA[Noticias]]> http://www.fne.pt Mon, 29 May 2017 03:02:16 +0100 Mon, 29 May 2017 03:02:16 +0100 (fne@fne.pt) fne@fne.pt Goweb_Rss http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss <![CDATA[Resolução do Secretariado Nacional da UGT]]> http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7762 http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7762 Portugal saiu do Procedimento por Défice Excessivo. Aprofundar a alternativa à austeridade.

A Comissão Europeia tornou pública, no passado dia 22 de Maio, a sua decisão de recomendar ao Conselho Europeu que Portugal saia do Procedimento por Défice Excessivo.

A recomendação da Comissão Europeia, que apenas peca por tardia, vai ao encontro do que a UGT há muito vem defendendo, sendo de relembrar que, já em 2016, deixámos claro que a melhoria da situação económica e orçamental em Portugal teria justificado aquela saída e que a mesma apenas foi impedida pela visão política e ideológica que vem imperando nas instâncias comunitárias.

(...)

Aceda AQUI à resolução completa

]]>
Fri, 26 May 2017 00:00:00 +0100
<![CDATA[NEGOCIAÇÃO PARA UM CONTRATO DE TRABALHO PARA AS ESCOLAS PROFISSIONAIS]]> http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7760 http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7760
Decorrido mais de um ano de negociação, podemos considerar que o caminho percorrido, apesar das grandes dificuldades e constrangimentos em consensualizar as diferentes matérias que compõem um contrato coletivo de trabalho, tem sido positivo. As matérias que continuam a dificultar a conclusão do processo negocial, estamos confiantes de que serão ultrapassados na próxima reunião, a ocorrer nos primeiros dias de junho. Esta é a nossa ambição enquanto representantes dos profissionais da educação porque queremos que de uma vez por todas se termine com a desregulação das condições de trabalho e da prática abusiva dos recibos verdes como forma de pagamento do trabalho prestado. As condições de funcionamento do Estado para fazer funcionar este importantíssimo subsistema de educação e a que o sistema público não consegue responder de forma satisfatória, induzem á prática de salários extremamente baixos e assentes em condições precárias de trabalho.

O primeiro e grande objectivo que nos move é o da regulação das condições de trabalho dos profissionais da educação das escolas privadas e o fim dos recibos verdes. Num segundo momento, travaremos um combate junto do Ministério da Educação para rever de forma séria e dignificante as condições de financiamento das escolas profissionais, a fim de podermos criar a curto prazo condições remuneratórias mais dignas e mais justas a todos aqueles que prestam um dos mais relevantes serviços públicos de qualquer sociedade que se quer evoluída.

Em conclusão, tudo faremos para que a partir do próximo mês de setembro de 2017 os professores e todos os restantes profissionais da educação tenham pela primeira vez uma convenção coletiva que termine com a incerteza, insegurança e precariedade destes trabalhadores.

Lisboa, 25 de maio de 2017


]]>
Thu, 25 May 2017 00:00:00 +0100
<![CDATA[V Convenção Nacional ANDAEP, CONFAP, FNE na Universidade Fernando Pessoa]]> http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7761 http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7761 V Convenção Nacional, sob o lema "A Educação: Para uma Escola de Qualidade e de Equidade - Desafios, Soluções e Consequências na Progressão de Estudos", que vai decorrer durante o próximo sábado, 27 de maio de 2017, no Auditório da Universidade Fernando Pessoa (na Praça de 9 de abril, Jardim de Arca d'Água, 349, 4249-004 Porto).

Dois painéis fazem parte do programa. O primeiro na parte da manhã, intitulado "A Avaliação na Educação para uma escola de qualidade e de equidade - desafios, soluções e consequências na progressão de estudos, no quadro da avaliação e da progressão dos alunos e do acesso ao ensino superior", com a intervenção de Helder Sousa (Presidente do IAVE) e José Augusto Pacheco (Universidade do Minho).

O segundo painel tem por título "A Avaliação na Educação para uma escola de qualidade e de equidade - desafios, soluções e consequências na progressão de estudos, no quadro do desenvolvimento do perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória", e vai contar com a presença de João Costa, Secretário de Estado da Educação, Bravo Nico (Universidade de Évora) e Lurdes Figueiral (Presidente da Associação de Professores de Matemática).

A sessão de abertura está a cargo de Salvato Trigo, Reitor da Universidade Fernando Pessoa, dos Presidentes da ANDAEP (Filinto Lima) e da CONFAP (Jorge Ascensão) e do Secretário-Geral da FNE, João Dias da Silva.

A V Convenção vai ter transmissão em direto pela FNE TV, podendo ser acompanhada através do endereço: tv.fne.pt

A ANDAEP, CONFAP e FNE convidam os Órgãos de Comunicação Social para acompanharem os trabalhos ao longo do dia.

Porto, 25 de maio de 2017

]]>
Thu, 25 May 2017 00:00:00 +0100
<![CDATA[Vinculação extraordinária de professores]]> http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7755 http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7755 Os sindicatos dos professores esperam que o ministro abra novos concursos de vinculação extraordinária.
António Costa, chefe do Governo, disse ontem no Parlamento que tal poderia acontecer a depois do processo que está em curso até final deste mês, mas depois esta informação foi corrigida com o gabinete do primeiro-ministro a afirmar ao jornal PÚBLICO que ainda não há uma data para esse novo concurso.


]]>
Wed, 24 May 2017 00:00:00 +0100
<![CDATA[Vigília pela Educação - 22/05/2017 ]]> http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7753 http://www.fne.pt/pt/noticias/detail/id/7753
]]>
Wed, 24 May 2017 00:00:00 +0100